ANUFOOD Brazil | Congresso ANUFOOD Brazil
anufoodbrazil_fgv_congresso_2020

Congresso ANUFOOD Brazil

O Congresso da ANUFOOD Brazil será realizado em um dos grandes auditórios do evento, e conta com a organização, curadoria e expertise da FGV Projetos  que entregará um conteúdo relevante, atual e inédito. A FGV Projetos é a unidade de assessoria técnica da Fundação Getulio Vargas, responsável pela aplicação do conhecimento acadêmico gerado e acumulado em suas escolas e institutos, além de e co-organizadora da ANUFOOD Brazil.

 

Para participar:

1- Credencie -se na ANUFOOD Brazil, clique aqui.
2- Programe -se e chegue cedo! A participação é por ordem de chegada.
PAINEL 1: O NEGÓCIO DOS ALIMENTOS

TEMA: OS DESAFIOS DO AGRO BRASILEIRO, Carlos da Costa, Secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia

O Secretário Carlos da Costa abordará suas expectativas para o setor de alimentos em 2020.

PAINEL 2: MERCADOS | 14h às 15h

PERSPECTIVAS DA ECONOMIA GLOBAL, Joaquim Levy, economista e ex Ministro da Fazenda e ex presidente do BNDES

Com a experiência acumulada no Banco Mundial, Ministério da Fazenda, BNDES, o engenheiro e doutor em Economia Joaquim Levy avaliará as perspectivas e desafios da economia global em 2020: eleições nos EUA; guerra comercial entre China e EUA; desempenho dessas duas grandes economias e como esse cenário pode impactar o crescimento do Brasil.

PERSPECTIVAS PARA A AGROINDUSTRIA GLOBAL, Alexandre Mendonça de Barros, engenheiro agrônomo e sócio Diretor da MBAgro

Um dos maiores especialistas na análise macroeconômica do Agronegócio no Brasil, com vasta experiência na academia, como consultor e conselheiro de grandes empresas, Alexandre tem como característica a capacidade de fazer diagnósticos bem fundamentados sobre os movimentos da economia global e seus reflexos para o agronegócio brasileiro.

O PAPEL DA APEX NO CENÁRIO GLOBAL DO AGRO, Almirante Sergio Ricardo Segovia Barbosa, Presidente da APEX

A APEX cumpre um papel estratégico para a indústria de alimentos no País: abrir novos mercados; consolidar os já conquistados e diversificar a pauta exportadora. O Almirante Sergio Segovia Barbosa abordará esses desafios e as suas prioridades frente à Agência.

 
PAINEL 3: TENDÊNCIAS NO CONSUMO DE ALIMENTOS |15h às 16h
A INDUSTRIA DE ALIMENTOS NO BRASIL E AS DEMANDAS DO CONSUMIDOR, Luiz Madi, diretor de Assuntos Institucionais do ITAL 
Durante 19 anos, Luiz Madi esteve à frente do Instituto de Tecnologia de Alimentos do Estado de São Paulo. A sua gestão se caracterizou pela abertura do Instituto às parcerias com as indústrias de alimentos no Brasil e com os principais centros de pesquisa no mundo. Madi liderou uma série de análises sobre as tendências do setor de alimentos no Brasil, a partir das novas demandas dos consumidores.
A TRANSFORMAÇÃO DIGITAL DO SETOR DE AGRIFOOD, Juan Francisco Delgado Morales, Vice Presidente da Fundação Europeia para Inovação 
Vice presidente da Fundação Europeia para Inovação, Juan possui forte atuação no mercado europeu a partir do Smart Agrifood. Inovação e parcerias com Startaps brasileiras são o foco da iniciativa no Brasil.
O CONSUMIDOR NA ERA DIGITAL, Renato Dolci, BTB Data 
Renato Dolci apresenta um olhar bastante crítico em relação às mídias sociais. Por vários anos estudou o setor de alimentos na Web, pelo olhar do consumidor, como fez no estudo “A Mesa dos Brasileiros”, publicado pela Fiesp. Dolci falará sobre os influenciadores, as aspirações e as paixões, por vezes radicais, que permeiam o tema na Internet.
A COMUNICAÇÃO NO SETOR DE ALIMENTOS, Marcelo Suarez, economista e Diretor de marketing para as marcas de consumo da BRF 
Os atuais desafios da indústria de alimentos passam por entender os anseios das diversas gerações de consumidores que compõem uma sociedade cada vez mais conectada e interdependente.

 

 
PAINEL 4 – LEGISLAÇÃO |16h às 17h
LEGISLAÇÃO NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS, João Dornellas, Presidente da ABIA
Poucos setores da economia são tão regulados como o de alimentos. Pelas posições apaixonadas que o tema provoca, Dornellas trabalha para que as decisões sejam pautadas em ciência e por uma criteriosa análise de impacto regulatório. Missão complexa, em um momento em que as versões por vezes predominam sobre os fatos.
LEGISLAÇÃO NA INDÚSTRIA DE BEBIDAS, Igor Castro, Diretor Técnico-regulatório da ABIR
A discussão do autocontrole das indústrias tem avançado nas esferas federais, buscando uma visão moderna em relação à fiscalização e às boas práticas de fabricação. Qual a percepção da sociedade sobre o tema?

A QUESTÃO DA NUTRIÇÃO: REGULAÇÃO, Márcia Terra, nutricionista e membro da diretoria da Sociedade Brasileira de Nutrição e Alimentação

A nutrição se tornou assunto corrente nesses tempos de mudanças e incertezas que vivemos. Como a ciência dos alimentos está sendo conduzida e interpretada? Como traduzir a ciência em regulamentação? E como decodificar toda essa informação de forma íntegra e clara para a sociedade?

O PAPEL DA ANVISA NA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS E BEBIDAS, Alessandra  Bastos, Diretora da Anvisa
Com a Lei da Liberdade Econômica e as ações de Autocontrole do Ministério da Agricultura, por exemplo, o governo deu claro sinal na direção de uma maior confiança com os agentes privados. Como fica a Anvisa neste cenário? Como proteger o consumidor e, ao mesmo tempo, construir uma relação de confiança com o setor de alimentos?
 
ENCERRAMENTO | 17h às 17h30
Roberto Rodrigues, Coordenador do Centro de Agronegócio da Fundação Getúlio Vargas