Consumo de cafés gourmets e especiais cresce 21% ao ano | ANUFOOD Brazil | Feira internacional para o setor de alimentos e bebidas
#anufoodbrazil

Consumo de cafés gourmets e especiais cresce 21% ao ano


post-thumb


Produtos premium ganham cada vez mais espaço na chamada terceira onda dos cafés

 

Ao acordar, durante as reuniões, após o almoço ou mesmo depois do jantar. Que o café é o queridinho dos brasileiros para todas essas ocasiões não é novidade. O que vem chamando a atenção do mercado é o avanço significativo no consumo dos cafés especiais e gourmet, presentes cada vez mais no dia a dia dos brasileiros e de pessoas de diversos países do mundo, já que o Brasil é o maior exportador desse tipo de produto.

 

Dados de um estudo da Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA, da sigla em inglês) indicam uma evolução anual de 21% no consumo desse tipo de café no período de 2012 a 2018. O levantamento, feito pela Euromonitor, revelou ainda que, em valores, o avanço médio foi de 23% ao ano, movimentando a cifra de R$ 2,6 bilhões só no varejo no ano de 2018.

 

Segundo o presidente da ABIC (Associação Brasileira da Indústria do Café), Ricardo Silveira, a evolução do lançamento de cafés de alta qualidade no Brasil começou a ser notada desde 2004, com uma forte aceleração a partir de 2012. “Isso demonstra claramente o interesse do consumidor por cafés de alta qualidade e o poder da educação do consumidor no mercado”, afirma o executivo.

 

Um dado curioso é quem tem impulsionado esse mercado são jovens de 16 anos a 25 anos, sobretudo nas grandes metrópoles. Os “coffee lovers” não apenas frequentam as cafeterias especializadas como também gostam de fazer a bebida em casa e apreciam a preparação do produto.

 

Está no apreço pelas chamadas “monodoses” (cápsulas) uma das explicações para o crescimento desses tipos de cafés. “Elas [cápsulas] apresentam o maior valor agregado e o maior preço por quilo, em comparação com as demais categorias. Esse anseio se dá por novos valores, princípios e hábitos do consumidor, que tem se focado em vivenciar experiências novas, ter uma vida saudável –beber menos e beber melhor–, além da busca por autenticidade e responsabilidades social e ambiental dos fabricantes”, afirma Silveira.

 

E não são apenas os brasileiros que são fãs dos cafés especiais. Só de janeiro a abril de 2019, o Brasil exportou 2,5 milhões de sacas, 19,5% do volume total de café embarcado no período. Trata-se de 43,4% de incremento frente ao mesmo período de 2018.

 

Terceira onda do café

Os cafés especiais e gourmets são a “cara” da terceira onda dos cafés. Nela, os consumidores buscam uma melhor experiência com a bebida. Com isso, consumidores estão mais rigorosos em relação ao preparo, qualidade e origem dos grãos. Não é raro encontrar pessoas que fizeram cursos de mestre de torra e de barista por puro hobby.

 

Antes da terceira onda, o setor passou pela valorização dos cafés tradicionais e café filtrado (chamada de primeira onda), e a segunda, com a popularização das redes e ampliação do rol de subprodutos da bebida, e profissionalização de equipes que integram esses estabelecimentos.

 

ANUFOOD Brazil

A Abic é uma das dez associações ligadas à indústria de alimentos e bebidas que prestigiam a ANUFOOD Brazil – Feira Internacional Exclusiva para Alimentos e Bebidas. A feira é organizada pela Koelnmesse do Brasil em parceria com a FGV Projetos, unidade de assessoria técnica da Fundação Getúlio Vargas, dedicando o devido espaço a toda diversidade das atividades relacionadas ao agronegócio e à indústria alimentícia e de bebidas. Dessa forma, compradores nacionais e internacionais terão a oportunidade de se encontrar em um mesmo local para realizar negócios, além de ter contato com as inovações da indústria. A próxima edição do evento acontece de 09 a 11 de março de 2020, no São Paulo Expo, em São Paulo.

Mais informações: anufoodbrazil.com.br

 

Sobre a Koelnmesse – Global Competence in Food and FoodTec: A Koelnmesse é líder internacional na implementação de feiras de alimentos e serviços e produtos relacionados a processamento de alimentos e bebidas. Feiras como a Anuga, a ISM – Feira Internacional de Doces e Biscoitos e a Anuga FoodTec são reconhecidas em todo mundo como líderes absolutas em seus setores. A Koelnmesse também organiza feiras líderes no setor de alimentos e bebidas em outros mercados emergentes no mundo todo, tais como: Brasil, China, Índia, Itália, Japão, Tailândia, Estados Unidos e Emirados Árabes Unidos. Com estas atividades globais, a Koelnmesse oferece aos seus clientes um completo portfólio de eventos qualificados, em diferentes mercados, que garantem uma rede de negócios sustentável e internacional.

 

Mais informações: http://www.global-competence.net/Global-Competence-in-Food-and-FoodTec/

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dezoito =