O Brasil pode alimentar o mundo, afirma ministra durante palestra no Congresso ANUFOOD | ANUFOOD Brazil | Feira internacional para o setor de alimentos e bebidas
#anufoodbrazil

O Brasil pode alimentar o mundo, afirma ministra durante palestra no Congresso ANUFOOD


post-thumb


O Brasil saiu da lista dos 20 maiores importadores de alimentos do mundo e hoje detém 20% das exportações mundiais de produtos alimentícios. O dado foi apresentado pela ministra da Agricultura, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, durante sua palestra no Painel “Segurança Alimentar” que abriu o Congresso ANUFOOD, no São Paulo Expo, na tarde desta terça-feira.

 

A ministra lembrou aos participantes do Congresso, que acontece em paralelo com a ANUFOOD Brazil – Feira Internacional Exclusiva para Alimentos e Bebidas, que a agropecuária ocupa atualmente apenas 30% das terras. “Temos 60% da área do nosso território com cobertura florestal. Portanto, ensinamos ao mundo que é possível produzir alimentos e preservar o meio ambiente.”

 

Os desafios que se colocam, na opinião de Tereza Cristina, são as barreiras impostas à importação de produtos brasileiros por outros países, garantir a segurança jurídica para o produtor rural, melhorar o acesso aos insumos  mais modernos e eficientes. Mesmo assim, a ministra entende que “seremos um exemplo de desenvolvimento no século 21, produzindo mais, com mais eficiência e preservando o meio ambiente”. “A experiência do Brasil mostra que é possível haver convivência harmoniosa entre os produtores agrícola e a preservação pois tivemos, em 20 anos, um aumento de produtividade de 400% enquanto a área plantada cresceu apenas 33%. Podemos alimentar nosso país e atender as demandas mudiais”, garantiu.

 

O Papel da América Latina na Segurança Alimentar

 

A América Latina tem grande potencial para ampliar a produção de alimentos. A opinião é do diretor geral do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Manuel Otero, segundo palestrante no painel “Segurança Alimentar”.

 

Otero traçou um panorama sobre “O Papel da América Latina” no cenário global. Com crescimento anual de 8%, a produção de alimentos nos países latinoamericanos já coloca a região como líder nas exportações de oleaginosas, aves, café e frutas. “Mas ainda temos alguns desafios que freiam a nossa expansão como a infraestrutura para produção e comércio. Para se ter uma ideia 28% dos alimentos se perdem na produção. Do restante, 21% são perdidos no manejo e armazenagem, outros 6% no processamento, 17% na distribuição e 28% no consumo”, lamentou Otero.

 

O diretor do IICA disse ainda que fatores como degradação do solo, estresse hídrico criam barreiras para o crescimento da produção na América Latina. “Precisamos produzir mais e melhor e, para isso, é necessário desenvolver uma inteligência sanitária para atacar esses problemas”.

 

Desafio do século 21 é alimentar uma população crescente no mundo

 

Garantir alimentos para uma população que já ultrapassa 7,5 bilhões de pessoas é o grande desafio no século 21. Segundo a USDA (o ministério da Agricultura do Estados Unidos) nos próximos dez anos a oferta de comida precisa crescer 20% para atender ao aumento populacional. Como grande parte dos países não possui condições de fazer sua produção também aumentar os mesmos 20%, o Brasil terá que ter um acréscimo de 41% em suas lavouras.

 

Os dados foram apresentados pelo ex-ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, coordenador do centro do Agronegócio da Fundação Getúlio Vargas, que falou sobre o “Cenário Global” durante o painel “Segurança Alimentar”, no Congresso ANUFOOD, no São Paulo Expo. “Precisamos criar estratégia com competência para poder conseguir atingir essa meta”.

 

Rodrigues defende, no entanto, que o país deixe de exportar apenas matéria-prima, agregando valor aos produtos agrícolas. “Temos que olhar para os interesses do mundo, mas também precisamos oferecer nossos produtos prontos para o consumo, conseguindo melhores preços”, disse.

 

Otimista, o ex-ministro da Agricultura garante que “vamos ser os campeões em segurança alimentar em dez anos. “Isso só depende de nós, com estratégia, seguro rural e somando forças com a América Latina”, concluiu.

Serviço:

ANUFOOD Brazil

Data: 12 a 14 de março de 2019

Feira:  10h às 19h | Congresso: dia 12 (das 14h às 17h30) | dia 13 (das 10h às 18h)

Local: São Paulo Expo

Enderço: Rodovia dos Imigrantes Km 1,5 – Vila Água Funda, São Paulo – SP

 

Sobre a ANUFOOD Brazil – A ANUFOOD Brazil está sendo organizada pela Koelnmesse do Brasil em parceria com a FGV Projetos, unidade de assessoria técnica da Fundação Getúlio Vargas, dedicando o devido espaço a toda diversidade das atividades relacionadas ao agronegócio e à indústria alimentícia e de bebidas. Dessa forma, compradores nacionais e internacionais terão a oportunidade de se encontrar em um mesmo local para realizar negócios, além de ter contato com as inovações da indústria. O evento acontece de 12 a 14 de março de 2019, no São Paulo Expo, em São Paulo.

Mais informações: anufoodbrazil.com.br

 

Sobre a Koelnmesse – Global Competence in Food and FoodTec: A Koelnmesse é líder internacional na implementação de feiras de alimentos e serviços e produtos relacionados a processamento de alimentos e bebidas. Feiras como a Anuga, a ISM – Feira Internacional de Doces e Biscoitos e a Anuga FoodTec são reconhecidas em todo mundo como líderes absolutas em seus setores. A Koelnmesse também organiza feiras líderes no setor de alimentos e bebidas em outros mercados emergentes no mundo todo, tais como: Brasil, China, Índia, Itália, Japão, Tailândia, Estados Unidos e Emirados Árabes Unidos. Com estas atividades globais, a Koelnmesse oferece aos seus clientes um completo portfólio de eventos qualificados, em diferentes mercados, que garantem uma rede de negócios sustentável e internacional.

 

Mais informações: http://www.global-competence.net/Global-Competence-in-Food-and-FoodTec/

 

 

 

Informações para imprensa:

2PRÓ Comunicação – Koelnmesse

Email equipe: anufoodbrazil@2pro.com.br

Myrian Vallone – myrian.vallone@2pro.com.br

Teresa Silva – teresa.silva@2pro.com.br

Renê Gardim – rene.gardim@2pro.com.br

Guilherme Kamio – guilherme.kamio@2pro.com.br

Fadia Calandrini – fadia.calandrini@2pro.com.br

+55 (11) 3030-9463/9422/9403

www.2pro.com.br


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete + 7 =